VISITANTES ONLINE

quinta-feira, 12 de março de 2015

Respeito á Diversidade

Thamário Everley Conrado Pereira
é acadêmico de Direito, da Faculdade Alfredo Nasser
e membro ativo do Pajupu (Programa de Assessoria Jurídica Popular Universitária)
     Não há no mundo alguém que seja totalmente igual a outrem. Pelo que dizem, ainda não há ninguém clonado entre nós e, mesmo que tivéssemos, duvido que seria igual ao original porque viveria num outro tempo e lugar, passaria por outras experiências, conheceria outras pessoas, ouviria outras músicas, enfim, teria outra interação com as pessoas e seus costumes. Nem nós mesmos somos hoje o que fomos ontem, não é mesmo? As coisas mudam e mudam com uma rapidez cada vez maior, espanto de nossos tempos atuais.
     Enfim, somos tão diferentes uns dos outros que foi preciso construir uma Declaração Universal dos Direitos Humanos, num determinado momento de nossa história (1948), para nos lembrar que, na origem, todos somos também iguais por termos algo em comum que nos distingue dos outros seres.
     Podemos ser iguais e diferentes, ter os mesmos direitos sem que nos descaracterizemos. A diferença não se opõe à igualdade. A igualdade é a garantia da concretização da liberdade, da dignidade, da condição humana em comum e, ao mesmo tempo, constitui a maneira como queremos ser tratados em função dessa condição, considerando nossas diferenças e nossas necessidades específicas.
     É exatamente isso que tememos tanto: que...

(clique aqui para continuar sua leitura...)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...